quinta-feira, 9 de abril de 2009

Talpiot e a Família de Jesus: Fraude?


Em março de 2007, foi ao ar um documentário chamado The Lost Tomb of Jesus. O documentário foi produzido por James Cameron e Simcha Jacobovici. O foco central dessa produção, que também foi apresentada na forma de livro, era tentar demonstrar que a família de Jesus havia sido descoberta em uma tumba em Talpiot.

O documentário sofreu diversas críticas e gerou uma enorme controvérsia. Não nos interessa aqui entrar neste mérito além do que já o fizeram anteriormente. No entanto, acho relevante divulgar aqui um novo documentário chamado The Jesus Tomb Unmasked. De forma curiosa, este documentário nos apresenta a participação da maioria dos especialistas entrevistados no documentário anterior de Jacobovici. Mas com um detalhe, no entanto: eles negam peremptoriamente as ilações traçadas no primeiro filme. E mais: afirmam ter sido manipulados pelos produtores, através de cortes de edição e distorção de informações.

Recomendo profundamente a análise deste novo documentário.

No entanto, o que me deixou sempre perplexo não é a negação das ilações feitas em "The Lost Tomb of Jesus". Elas são realmente forçadas e demonstram uma falta de seriedade com o trabalho arqueológico e de pesquisa. O que sempre me intrigou foi numa encontrar uma satisfatória e séria pesquisa sobre as possíveis ligações entre este material encontrado e o cristianismo. Tudo o que vejo é uma necessidade premente em negar. Um ultra-ceticismo que sempre fez suspeitar do inverso - da falta de seriedade científica em se levar tais possibilidades realmente a sério.

O trabalho de Simcha Jacobovici e James Cameron não convence. Além disso, é realmente lastimável como manipularam os especialistas envolvidos, através das edições do material filmado. No entanto, eles tiveram o mérito de colocar a questão em debate. E as sucessivas negações peremptórias às evidências apresentadas [inclusive com relação às concretas evidências não-manipuladas] só me leva a suspeitar de que existe uma falta de seriedade científica na pesquisa sobre tais dados e evidências.

O novo documentário faz parte do projeto "Expedition Bible". A proposta deste projeto de programas, segundo o próprio site, é a de: "defender e estabelecer a confiabilidade e autoridade da Bíblia."

Uma proposta apologética como esta não pode ser cientificamente tratada com seriedade.

2 comentários:

NM disse...

Flavio,

Acho que a forma que Jacobivici e Pellegrino escolheram para apresentar sua tese (uma entrevista coletiva, com propaganda de imprensa intensiva), somado ao fato das hipoteses forçadas e, ainda, a distorção da opinião dos estudiosos, levou o documentário a ser massacrado, e jogar o bebê com as águas sujas do banho, por assim dizer.

Confesso que, como cristão, a hipótese de se encontrar a tumba de Jesus, com ele dentro, não é nada agradável. Me lembro que quando eu ouvi essa história pela primeira vez, eu me senti tal qual a Maysa naquela música: "Meu mundo caiu"... Muitos cristãos devem ter pensado assim também.

Por outro lado, não só os cristãos atacaram o documentário. A comunidade histórica-arqueológica fez de Jacobivici e suas teses, algo como Judas em Sábado de Aleluia. Por exemplo, Jonathan Reed (que escreveu "Excavando Jesus" com o Crossan) chamou o documentário de "Arqueopornografia".

Assim, depois de ter analisado e lido muito sobre a Tumba de Talpiot, eu chego a conclusão que a tese de Jacobivici esta errada, e suas conclusões não tem como prosperar. Para que a tese seja aceitável vc tem que forçar uma barra muito muito grande.

De qualquer forma, em janeiro de 2008, foi realizada em Jerusalém uma Conferência, organizada pelo Prof. James Charlesworth e o Seminário Teologico de Princeton, chamada "Jewish Views of the Afterlife and Burial Practices in Second Temple Judaism”, que analisou em especial a tese de Jacobivici, (promovida nos meios acadêmicos pelo Prof. James Tabor). Participaram do simpósio Geza Vermes, Jodi Magness, André Lemaire, Israel Knohl, James Tabor, entre outros.

A grande maioria dos estudiosos rejeitou a tese da Tumba de Jesus. As conclusões foram apresentadas pelo comitê organizador aqui (há também alguns "statements" por parte de estudiosos presentes, dentre os quais o de Geza Vermes é muito interessante):

http://www.ptsem.edu/NEWS/talpiottombsymposium.php

(observe que foram feitas acusações bem pesadas contra Simcha Jacobivici por tentar utilizar a imprensa de forma sensacionalista)

Outra coisa, é que o Prof. Andrey Feuergerver publicou seu estudo estatístico sobre a Tumba. Os resultados foram comentados por outros estatísticos, que elogiaram Feuergerver pelo desenvolvimento do metódo. Contudo, eles concluiram que os resultados dele estavam errados, porque dependiam de premissas históricas muito forçadas (por exemplo, que Mariamenou'Mara é Maria Madalena). Ou seja, um cenário mais neutro traria uma probabilidade bem mais baixa.

O artigo de Feuergerver e suas críticas é comentado (com links para os papers, completos, ainda ativos) aqui:

http://www.heardworld.com/higgaion/?p=943

De uma olhada, em especial, no artigo dos Prof Holger Hofling e Larry Wasserman. Eles calculam que a probabilidade da Tumba ser de Jesus, em um cenário neutro, seria de apenas 3,4 %. Se fosse utilizado um cenário neutro, mas com algumas modificações favoráveis a Jacovici, essas chances aumentariam para 22, 5 %. Por fim, eles concluem que somente um cenário com premissas históricas extremamente forçadas e favoráveis a tese do documentário poderia produzir uma probabilidade de cerca de 60 % (eles chamam esse cenário de "very optimistic").

Abs,

Nehemias

informadordeopiniao disse...

Olá pessoal,
tem um comentário do Richard Bauckham, que atualmente tem sido das minhas maiores referências em Novo Testamento, neste link http://www.christilling.de/blog/2007/03/guest-post-by-richard-bauckham.html
que apontara alguns elementos para se balançar a questão.O artigo dele, embora crítico, é muito ponderado.
Ele tem destacado, nessa controvérsia sobre probabilidades, que Jacobovici foi comparar o seu conjunto de nomes para a pequena amostragem de nomes bastante conhecidos por terem sido encontrados em caixas de ossos, enquanto a sua própria base de comparação,acrescenta nomes da literatura contemporânea e outras fontes, faz com que o estimado seja muito menos incomum.

Abçs

  • Recent Posts

  • Text Widget

    Este blog tem como objetivo central a postagem de reflexões críticas e pesquisas sobre religiões em geral, enfocando, no entanto, o cristianismo e o judaísmo. A preocupação central das postagens é a de elaborar uma reflexão maior sobre temas bíblicos a partir do uso dos recursos proporcionados pela sociologia das idéias, da história e da arqueologia.
  • Blogger Templates